» ÁREA DE TESTES

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Mensagem por Queen em Dom Maio 28, 2017 4:40 pm

devil
SOMETHING ABOUT YOU,
MAKES ME FEEL LIKE A DANGEROUS WOMAN
QueenAdmin
avatar
Mensagens : 174



Ficha de Personagem
Família::
Idade::
Dinheiro: Ver perfil do usuário http://wrongplaceformylove.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Mensagem por Queen em Seg Jun 05, 2017 12:04 am
She says oh baby girl you don't get cut on my edges.
Desde que há 2 anos, foi pega por uma das estagiárias da biblioteca, pelo o qual Natasha tinha de admitir, desde que a jovem estudava em Hogwarts, sentiu uma atração. Claro que a bissexualidade de Natasha Camille LeRoux Nikolaiev era escandalosa para sua família, porém achando que a mãe, a líder mais temida de comensais na França, a odiaria, quando revelou o tal fato, quando tinha 13 anos, surpreendeu-se. Sua mãe a apoiava, porém apenas a avisou dos preconceitos da sociedade. E o aviso veio a calhar. Sendo criada para um dia assumir o posto da mãe, todos que um dia usaram a boca para falar de sua sexualidade ou algo machista, encontra-se há mais de sete palmos da terra. Afinal, ela era quem era.

Depois de seu jantar, pediu para uma novata qualquer do primeiro ano da Sonserina ir para a biblioteca e dar a estagiária, um papel com um recado. Um local e um horário. Deu 5 galeões a garota. — Vai logo, pirralha. — Natasha revirou seus olhos. Novatos idiotas. O pensamento da Nikolaiev logo era outro. Sendo sexta-feira, ela logo não precisaria usar uniformes. Foi para sua comunal nas Masmorras, onde trocou-se de roupa, arrumou seu cabelo e a maquiagem para algo agradável à vista. Afinal, odiava maquiagem pesada. Natasha já era bela.

Ela seguiu para a cozinha, onde roubou uma cesta de comida que tinha ali, antes de ir para o retrato que a levaria para o sétimo andar. A Sala Precisa era salvadora. Mas ao ir lá, ao ver que não a achava, revirou os olhos, seguindo para a biblioteca onde mandou um outro bilhete para a estagiária, antes que ela saísse, procurando em sua mente um local. Ao achar, o escreveu e jogou o bilhete novo em uma bolinha, saindo correndo com a cesta. Chegou ao novo local, a Sala Vazia. E ao ver que realmente não tinha ninguém suspirou aliviada. Afinal, lá teria privacidade. Arrumou algumas mesas com os itens da cesta, e ao ver a porta aberta, olhou para seu relógio de pulso, sentada no velho assento para o professor, com as pernas cruzadas sobre a mesa. Sua bolsa estava atrás de si e ela vislumbrava o corpo e os cabelos da loira. — Está atrasada, Augustine. Sabe como odeio atrasos. — O timbre de Natasha era repreensivo. — Explique-se, querida, ou a punirei. E não gostaria disso na primeira semana em que realmente temos um momento para nós sem terceiros. — O modo calmo, não combinava com a repreensão. E isso a fazia assustadora. Conseguia ser calma e repreensiva ao mesmo tempo.


Última edição por Queen em Dom Out 29, 2017 3:33 pm, editado 5 vez(es)
QueenAdmin
avatar
Mensagens : 174



Ficha de Personagem
Família::
Idade::
Dinheiro: Ver perfil do usuário http://wrongplaceformylove.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Mensagem por Queen em Sex Jun 16, 2017 1:45 am

N°12
12 de Outubro de 2047





FRANÇA GANHA NOVO MINISTRO DA MAGIA




Do correspondente da Edição; Hanna Chamberlain McCain.



Há alguns meses, uma nova configuração política na França surgiu, já que depois de várias divagações, os membros do Suprema Corte da Magia da França, escolheram por fim, o novo ministro do país, desde que a ministra interina, Mazikeen Chamberlain McCain, assumiu após a morte de seu sucessor, William LeRoux Devereaux, que morreu há quatro anos, devido a um infarto cardíaco. O país que sedia uma das maiores escolas de magia, Beauxbatons, finalmente poderá encontrar a tão desejada estabilidade política.

O eleito, Oliver Nathaniel Underwood Wittelsbach Chamberlain McCain, atualmente com vinte e nove anos, e casado com a diretora de Beauxbatons, Behati Emmanuelle Rowan Bradshaw Chamberlain McCain, com vinte e oito anos, atualmente. Oliver antes de ascender para o posto mais alto da política da França, foi também, chefe do departamento de relações internacionais do Ministério francês e também há quatro anos, antes da morte de William, foi diretor do hospital St. Marie, desde seus 20 anos, e por ter amizades com os nomes mais importantes desde os Estados Unidos, como a atual diretora de Hogwarts, Helena Braddock Grinfild, apenas mostrou para o mundo e o ministério, a aptidão do moço. Mas qual a história do mesmo?


O novo ministro da magia e sua esposa na festa anual de St. Claire, em  Beauxbatons - Reprodução: Acervo pessoal de Beauxbatons

O rapaz nasceu em Londres, na Inglaterra, filho de um auror com uma ex medibruxa do St. Mungus, e com a ascendência francesa da mãe, foi enviado para Beauxbatons, onde ingressou, pela a Noble. Lá, conheceu sua atual esposa, e única namorada do colegial, com quem passou a se relacionar desde seu terceiro ano escolar. No último ano, e em sua última volta para a casa da Academia, pediu-a em casamento, casando-se 3 meses após a jovem Behati formar-se. Encontram-se casados até hoje, com 8 filhos, sendo 5 deles, adotados.

Desejamos ao homem, boa sorte com o país, e que seja bem sucedido!




Última edição por Queen em Seg Out 23, 2017 2:52 pm, editado 25 vez(es)
QueenAdmin
avatar
Mensagens : 174



Ficha de Personagem
Família::
Idade::
Dinheiro: Ver perfil do usuário http://wrongplaceformylove.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Mensagem por Queen em Sex Jun 16, 2017 2:54 pm
So, put a posy in your hair, pretend you couldn't give a care, whistle past the graveyard, even the dead deserve a song. Let the moon do what she does, he don't need to make a fuss, she don't know she shines for us, something tells me that she does, follow the signs right back to you
Acompanhada do noivo, Mazikeen andava pelas ruas do Quartier de Cristaux, após descerem do ponto de ônibus, para o café du Mond. Estavam apenas o casal ali, naquele momento que era praticamente desejado por ambos. Anos e anos de amizade, brigas e nunca se arriscando ao se entregar ao que sentia, fazia Maze suspirar e perceber o quão estúpida tinha sido, mas pensava em como seria a vida sem o homem que a guiava, ouvindo o mesmo a chamar. — Estou pensando na vida, desculpe. — Abriu um mínimo sorriso para poder mostrar a certeza do que dizia e transmitir segurança a suas palavras. Era estranho, ela tinha 38 anos, duas filhas, Arthemis e Arabella, suas gêmeas e seu orgulho, e iria se casar com quem amava. Parecia um sonho depois do pesadelo.

Assim que chegaram ao café, ela se sentou depois de ver a cadeira afastada para si, rindo. — Quantos anos fazem que não ficamos aqui em um momento só nosso e em paz? Que eu me lembre, eu tinha 15. — Sorriu minimamente chamando um dos garçons do local, pedindo uma grande xícara de café adoçado, porém não demais e um grande pedaço de torta de limão. — Fique horas em um escritório e você vai ficar com fome, Adam. Sabe que nunca como nada que vendem no Ministério, eu só como o que trago pronto, mas hoje eu esqueci. — Admitiu, e sabia que o homem ficaria bravo, mas decidiu ignorar a bronca, com uma frase. — Culpa sua eu esquecer, me apressou. — E se endireitou no assento, esperando o que seria seu café da manhã.

— Eu sei que não quer ouvir isso, mas… — Ela fez uma pausa. — Estamos com uma crise imensa não só na França, mas na Inglaterra e nos Estados Unidos, conversei com Maryska recentemente e não foi fácil, e não foi agradável sabe que cancelar o Torneio Tribruxo não era o que queríamos, mas com a morte de Veronika Leslie Grant e de Ravenna, não tínhamos opção, o desaparecimento de Fiona também não foi ideal. Não é seguro isso. E você queria manter o Torneio, me explique por quê? — Respirou fundo, cruzando os braços o olhando. — E não me venha com isso de ‘Tempos de crise precisamos de esperança’. Eu sei disso. — Ela estava realmente curiosa.

— Você é quem mais confio no Ministério, Adam, e eu não posso confiar em ninguém lá, porque muitos dariam dinheiro para me ver morta e ficarem com meu emprego. E por isso, eu preciso que seja sincero. Em mais de 30 anos, você nunca mentiu para mim e espero que nunca minta. — A expectativa que Mazikeen tinha com aquele homem era imensa e se ele a decepcionasse sem dúvida a francesa ficaria devastada. Ela poderia pedir para qualquer um mentir. Mas dele ela esperava verdades. — A crise está apenas no começo, Adam… — Sussurrou, respirando fundo, mantendo o olhar nele. E Mazikeen estava se armando para que ela pudesse enfrentar tudo o que viesse a frente na imensa expectativa de que não precisaria fazer nada sozinha, pois sozinha ela sabia que iria fracassar em vários pontos.
QueenAdmin
avatar
Mensagens : 174



Ficha de Personagem
Família::
Idade::
Dinheiro: Ver perfil do usuário http://wrongplaceformylove.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Mensagem por Queen em Sex Jun 16, 2017 7:13 pm
 

principal information;

full name; Gwendolyn Victoria Elhert von Mühlen Kösky Shelaev;
birth date; vinte e cinco de outubro de mil novecentos e noventa e nove;
born in; Little Hangleton, Inglaterra;
age; 17 anos;
sign; Escorpião;
hometown; Manhattan, New York City, New York;
lies in; casa dos d'Artagnan McBride;
ascendance; brasileira, espanhola, francesa, israelense, alemã, árabe, inglesa nativo americana;
mother and father Zsadist (Falecido) & Nyx;
adopted family; Andrew, Vivyan, Nienke, Avery, Dasha And Thomas;
another parents; tia;
friends;everyone;
relationship; solteira;
sexual orientation; heterossexual;
abilities; none;



wizards data;

blood; sangue-puro;
pactronum; ainda tem que descobrir -q;
bogeyman; desapontar sua mãe;
amortentia; flores, mousse de maracujá, cheiro de grama recém cortada, chocolate derretido, chá de morango;
wand; uma varinha de carvalho inglês, 36 cm, flexível, núcleo de fibra de coração de dragão;
broom; nimbus 2015;
pet; um gato persa preto de olho azul, Thor, uma cobra naja Würsten, um cão da raça golden retriever Beau;



appearance;

hair; pretos, longo e cacheado;
skin color; morena;
eye color; muito expressivos, de um tom castanho escuro, quase preto;
height; 1,59 metros;
weight; 54kg;



academic data;


school; Ilvermorny School of Witchcraft;
house; Thunderbird;
year; sétimo amo;
quidditch; ex-batedora do time de sua casa;
occupation; capitã das líderes de torcida e monitora da Thunderbird.





facts;


~ Seu espelho de Ojesed é um dia, assumir o posto de sua mãe.
~ Tirando os McBride ninguém sabe da existência da garota, porém apenas Vivyan e Thomas sabem a verdadeira origem dela.
~ Por ser filha da atual lady das trevas e única fraqueza de Nyx, foi enviada para Nova York com uma família de comensais
~ Nunca está sozinha, sempre tem um comensal confiável de sua mãe consigo na escola
~ É a líder de torcida mais conhecida atualmente na escola.
~ Saiu da equipe de Quadribol após acertar a Goles na diretora da escola por acidente e quebrar o nariz dela.
~ Gwendolyn tem um único ressentimento de não poder ter convivido mais com o pai.
~ Fluente em francês, grego, grego antigo, italiano, búlgaro, russo, mandarim, japonês, latim e alemão.
~ Tem uma coleção das mais variadas armas trouxas, desde acros, bestas, espadas e chicotes a diante.
~ Seus hobbys incluem literatura, desenho, música, fotografia e adora ver series, principalmente Doctor Who e The Tudors.


Última edição por Queen em Qui Jul 06, 2017 7:35 pm, editado 12 vez(es)
QueenAdmin
avatar
Mensagens : 174



Ficha de Personagem
Família::
Idade::
Dinheiro: Ver perfil do usuário http://wrongplaceformylove.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Mensagem por Queen em Sab Jun 17, 2017 9:09 pm
A KING WITH A QUEEN IS STRONG

QueenAdmin
avatar
Mensagens : 174



Ficha de Personagem
Família::
Idade::
Dinheiro: Ver perfil do usuário http://wrongplaceformylove.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Mensagem por Queen em Sab Jun 17, 2017 11:22 pm
 

principal information;

full name; Artemis Katherine Makenna Drescher Habsburg Duchannes Thénardier;
birth date; trinta e um de outubro de dois mil;
born in; St. Marie, Versalhes, França;
age; 16 anos;
Sign; Escorpião;
hometown; Paris ,França;
lies in; casa dos Thénardier;
ascendance; francesa, israelense, alemã, árabe, inglesa nativo americama;
mother and father Mazikeen Duchannes Thénardier &Arthur Duchannes Beauchamp (rip);
siblings; Arabella Duchannes Thénardier ;
stepfather; Adam Chamberlain McCain;
another parents; primos, meio irmãs, tia;
friends;everyone;
relationship; namoramdor;
sexual orientation; heterossexual;
abilities; none;


wizards data;

blood; sangue-puro;
pactronum; ainda tem que descobrir -q;
bogeyman; morte de quem ama;
amortentia; flores, mousse de maracujá, cheiro de grama recém cortada, chocolate derretido, chá de morango;
wand; uma varinha de freixo, 14 cm, meio maleável, fibra de coração de dragão.;
broom; nimbus 2015;
pet; um gato persa branco de olho azul, Thor e um gato siamês, Fenrir;



appearance;

hair; castanho escuro, para o chocolate, cacheado, as vezes fica liso, as vezes longo ou curto;
skin color; branca;
eye color; muito expressivos, de um tom castanho escuro, quase preto;
height; 1,70 metros;
weight; 68kg;



academic data;


school; Academia de Magia e Bruxaria de Beauxbatons;
house; Juste;
year; formada;
quidditch; capitã/goleira;
occupation; ministra da magia na França.





facts;


~ Seu espelho de Ojesed é uma casa no campo com suas filhas.
~ Matou seu ex marido e só o atual noivo sabe.
~ Ama comida italiana.
~ Morre de medo de altura.
~ É alérgica a cachorros.
~ É faixa preta em karatê.
~ Foi vencedora do Torneio Tribruxo.
~ Fluente em italiano, búlgaro, russo, mandarim, japonês, latim e alemão.
~ Tem uma certa paranóia, que não consegue sair sozinha, pois fica nervosa e para no portão, só gosta de sair acompanhada.
~ Seus hobbys incluem literatura, desenho, música, fotografia e adora ver series, principalmente Doctor Who e The Tudors.
[/quote]
QueenAdmin
avatar
Mensagens : 174



Ficha de Personagem
Família::
Idade::
Dinheiro: Ver perfil do usuário http://wrongplaceformylove.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Mensagem por Queen em Sex Jun 23, 2017 1:25 pm
tell me where your love lies, waste the day and spend the night
Não era comum nos últimos dias, Behati e Oliver não brigarem, gritarem um com o outro. Mas o mais surpreendente, era o casal completamente apaixonado e unido brigar. Afinal, estavam sempre que tinham tempo livre, juntos, cuidando das filhas, aproveitando como podiam. Mas recentemente, devido a problemas de comportamento de sua filha mais velha, Aurora, e o desejo de a enviar para um internato na Suíça,  enquanto ela não estava em Beauxbatons, fazia o casal discutir. Era normal discutirem. Mas brigarem feio? A ponto de saírem magoados, era raríssimo. Afinal, desde o ano em que quase se divorciaram, não brigavam neste modelo. A ponto de magoar, de fazer um dos dois, ou até mesmo ambos, chorarem.  Porém aquela, não era a vez. Ao lado de Helena, sua melhor amiga e madrinha de sua filha,  chorava abraçada a amiga, explicando o ocorrido  pra ela. Porém,  foram interrompidas, quando o choro de Gregory, o filho da amiga, preencheu o ambiente. A McCain deu um pequeno aceno como se dizia "Pode ir. " e passou as mãos sobre o rosto.

O que a fazia chorar não era o fato de brigar com o marido. Não,  aquele fato não era problema. Porque sabia que mesmo que tivessem a mais horrível das brigas, ele não a deixaria. Assim como ela não o deixaria. O que a magoava, eram palavras. Coisas que ele a dizia. Ela pegou em seu cofre, o álbum de fotos de seu casamento e folheava a peça,  vendo fotos onde o marido a abraçava, onde dançavam, ou quando ele a pegou no colo, depois de revelar que estava gravida. Aquele tinha sido o melhor dia de sua vida. O dia mais feliz para ela. Respirou, ainda cansada. E folheava agora, um álbum que tinha feito do nascimento de Aurora e sua infância. A primeira foto da filha, a fez sorrir, chorar de alegria. Passou as mãos sobre os cabelos que estavam violetas. Behati conteve suas lágrimas. Tentava não pensar no marido, naquele momento, mesmo sabendo que ele estava em casa. E ela o queria a abraçando, dizendo que a amava e que tudo ficaria bem. Mas ela estava destruída naquele  momento. E pensar nele a quebrava em mil pedaços.

Logo, ela ouviu passos sobre o corredor. Enquanto sentia um cheiro familiar. Uma colônia masculina que lhe lembrava o mar. E ela sabia quem era. Seu Oliver. E seu coração voltou a doer, lembrando da briga. O marido a chamando de irresponsável,  inconsequente, que só pensava na saída mais fácil. E o que a despedaçou de vez. Dizer que se arrependia do casamento e a tentativa do conserto, que deviam ter se divorciado. Ela novamente, voltou a chorar. E ao ver o marido ali, com uma expressão culpada, ela se sentiu pior ainda. — O que você quer agora? Falar que eu sou estúpida? Que eu errei na criação de nossas filhas? Que eu sou uma mãe horrível? Você já me destruiu, Oliver. Faça o seu pior. — Pronunciou com tanta frieza, que o inverno russo não era nada, comparado ao tom da diretora de Beauxbatons. A mágoa,  raiva que tinhada pessoa que mais amava no mundo, era gigante. Ao mesmo tempo em que ele era sua maior força,  sabia que ele poderia lhe destruir com um estalar de dedos. Afinal, ele era sua vida e sua morte. E ele sempre seria seu maior amor.





Última edição por Queen em Qua Maio 02, 2018 5:27 pm, editado 28 vez(es)
QueenAdmin
avatar
Mensagens : 174



Ficha de Personagem
Família::
Idade::
Dinheiro: Ver perfil do usuário http://wrongplaceformylove.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Mensagem por Queen em Sab Jun 24, 2017 3:40 pm
running out the breathe but i got stamina
running out i close my eyes i got stamina
Ao lado de seu marido, Obara estava sobre o quarto, com apenas o lençol cobrindo o corpo de ambos, e a Martell tinha a cabeça sobre o peito forte do marido. Não que fosse ruim, afinal, ela tinha de manter seu marido e a si mesma satisfeita. A necessidade, gostando a dornesa ou não, sempre existiria.

with: her husband, in sunspear, making dorne great again
BY MITZI


Última edição por Queen em Qui Nov 16, 2017 4:09 pm, editado 3 vez(es)
QueenAdmin
avatar
Mensagens : 174



Ficha de Personagem
Família::
Idade::
Dinheiro: Ver perfil do usuário http://wrongplaceformylove.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Mensagem por Queen em Qua Jun 28, 2017 9:29 pm
first last

details. details. details.

y
your text here and here and here and here and here and here and here and here and here and here and here and here and here.

FRIENDS // text
ENEMIES // text
LOVERS // text

first last

details. details. details.

y
your text here and here and here and here and here and here and here and here and here and here and here and here and here.

FRIENDS // text
ENEMIES // text
LOVERS // text

first last

details. details. details.

y
your text here and here and here and here and here and here and here and here and here and here and here and here and here.

FRIENDS // text
ENEMIES // text
LOVERS // text

first last

details. details. details.

y
your text here and here and here and here and here and here and here and here and here and here and here and here and here.

FRIENDS // text
ENEMIES // text
LOVERS // text

QueenAdmin
avatar
Mensagens : 174



Ficha de Personagem
Família::
Idade::
Dinheiro: Ver perfil do usuário http://wrongplaceformylove.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Mensagem por Queen em Qui Jun 29, 2017 11:54 am

Baby I've been done, enough talking, need to know that you're mine


Flagrada! Aurora Winterhardt, a It Girl de Manhattan, na entrada seu prédio!

A morena leu aquilo no seu celular abrindo um pequeno sorriso. Ela já estava em seu elevador privado para o apartamento, e ela sorriu simpática para si mesma. A fama de Aurora era estrondosa. Sua última série, tinha sido Gossip Girl com o papel de Blair Waldorf e passou um tempo protagonizando filmes, até voltar para fazer The Secret Circle, The Vampire Diaries e seu spin off, que teria sua última temporada. E ela se sentia orgulhosa, depois de voltar das filmagens de The Queen, um filme que falaria de uma herdeira ao trono inglês depois do pai ter decretado que mulheres poderiam assumir ao trono e o mesmo sumir, depois de uma viagem a Mônaco.

Aurora suspirou ansiosa para que chegasse logo ao apartamento e pudesse pedir um abraço de Thomas, seu noivo, a quem amava completamente. Apesar de que com sua carreira de atriz e modelo, passava muito tempo longe do amado, ou quando ele cuidava de algum filme, já que ele era um produtor. E ela mordeu o próprio lábio. O elevador logo se abriu no apartamento e a jovem começou a procurar o amado pelo local até suspirar frustrada. Não o achando, deixou a mala no quarto e foi comer algo, tirando um pedaço de torta de limão que achou a geladeira. — Eu amo esse homem. — Aurora riu baixo com um sorriso amplo. Assim que acabou de comer, lavou os utensílios que usou, e respirou fundo.

A atriz foi para o banheiro da suíte do casal, onde tirou suas roupas, pondo-as para lavar, guardara o sapatos e pegou seu robe, o vestindo. Ligou a água da banheira, e pegou uma garrafa de seu vinho favorito e uma taça, além do livro que atualmente lia, The Kiss Of Deception Não sabia quando Thomas chegaria, mas gastaria seu tempo com uma boa hora de relaxamento. Enquanto ela tomava o vinho e lia o livro, a morena aproveitava por 45 minutos até que tomou seu banho, logo voltando a tomar seu vinho e ler seu livro, até ouvir um barulho de elevador, arqueando a sobrancelha. Os únicos que subiam naquele andar, além de Thomas, eram seus amigos e empregadores porém os últimos, tinham de avisar a portaria que a avisaria. Deveria mesmo, ser o noivo. A morena secou bem o cabelo, e logo voltou com o robe respirando profundamente. Respirou novamente olhando a sala, procurando o amado. Assim que chegou na sala, viu o maior em seu habitual terno Tom Ford, negro de costas para si. — Adivinhe quem é. — Sussurrou ao ouvido dele, assim que colocou as mãos sobre os olhos dele, levando os lábios para deixar um beijo ao pescoço dele. — Sentiu minha falta? — Ainda sussurrou, beijando o pescoço dele novamente.

Com toda a certeza, provocando o maior era a pior coisa que ela poderia estar fazendo, mas ela sentia muita falta dele. Não apenas sexualmente, mas também do carinho que ele lhe dava. Sentia falta de estar aos braços dele e o ouvir sobre o trabalho, dizendo que a amava e jurando que nenhum trabalho seria tão importante quanto ela. Que Aurora sempre seria sua prioridade. E ela acreditava, afinal, ela abandonaria qualquer filme ou desfile, no meio, se algo acontecesse com seu Thomas. E ela sempre seria leal, fiel e devota a ele. — Eu senti sua falta. — Aurora admitiu inocente, mordendo o próprio lábio inferior.
@"Thomas d'Artagnan McBride"
some adult things
MITZI


Última edição por Queen em Sex Out 27, 2017 9:55 pm, editado 11 vez(es)
QueenAdmin
avatar
Mensagens : 174



Ficha de Personagem
Família::
Idade::
Dinheiro: Ver perfil do usuário http://wrongplaceformylove.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Mensagem por Queen em Seg Jul 03, 2017 4:28 pm
mrcatra
Oliver Chamberlain McCaina father, a wife, a husband. some legends are told some turn to dust or to gold but you'll remember me for centuries.
220 photos • 10,5 K following • 600 k followers


Última edição por Queen em Seg Ago 28, 2017 8:36 pm, editado 10 vez(es)
QueenAdmin
avatar
Mensagens : 174



Ficha de Personagem
Família::
Idade::
Dinheiro: Ver perfil do usuário http://wrongplaceformylove.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Mensagem por Queen em Sex Jul 07, 2017 1:35 am
girls like girls
Os trouxas possuem uma cultura fascinante, sabe? Eles gostam de sempre saber o que é novidade, o que não será. O que será útil, ou prático. E os telefones são ferramentas muito úteis de comunicação, para você não precisar ficar mandando carta, bastando ligar para a pessoa. — Explicou com um sorriso, ouvindo a morena falar sobre os telefones trouxas, arrancando-lhe o mais amplo dos sorrisos, logo a fazendo rir. Era comum bruxos não saberem usar artefatos trouxas. Por mais que achasse que os bruxos eram superiores, os trouxas tinham algumas coisas bem úteis. Sorriu minimamente. — Isso não me espanta. Os trouxas tem umas coisas bem interessantes, que posso te ensinar. Sabia que eles têm uma coisa chamada brinquedos sexuais? Eu ouço muito os trouxas falando nisso mas nunca vi. — Coçou seu queixo pensativa. — Parece que são coisas que se usa no sexo. — Deu um riso baixo, vendo-a nervosa. — Calma. Não assusta. E sobre os telefones fiz isso com meus primeiros 2, depois fica mais fácil. Ensino você. — Afirmou, simpática.

Seu passado e a história de Astrid ainda a abalavam muito e Gwendolyn não gostava muito de falar disso. Sorriu simplesmente, com uma expressão triste assim que acabou de contar, contendo seu choro como conseguiu, acariciando a mão da McCain, com uma expressão mais calma. — A verdade, Cleo, é que hoje em dia, a sociedade é muito preconceituosa, e não aceitam o diferente. Não aceitam um homem que nasceu com um pinto, dizer que se sente uma mulher. Não aceitam uma mulher beijar outra. Se estivéssemos com trouxas no Irã, seríamos mortas. Muitos hoje em dia não conhecem a tolerância, ou o respeito. E é isso que faz o mundo ser horrível como já é normalmente. Alguns são tolerantes, mas muitos ainda são preconceituosos. Agradeça, por nunca experimentar a sensação de apanhar só porque não é como a maioria, que se atrai por algo diferente. Isso te destrói, e te marca. Mas se deixar é sua ruína. — Respirou fundo. — Desculpe se pareci rude. Esse assunto não me é confortável. — Explicou, desculpando-se.

A conversa logo partiu para um rumo mais agradável, fazendo Gwen abrir um sorriso, e sorrir com a animação da outra, observando como era fofo aquilo. — Cinema? Gosto do seu estilo. Mas, eu pensei em algo mais leve para fazer quando te levar para sair. Um parque de diversões trouxas, a Disneyland. Eu fui algumas vezes. É bem legal. E seria agradável para isso. — Piscou com um sorriso simpático, ainda estudando a morena, com uma expressão cautelosa, analisando-a, rindo baixo, vendo que ela ficava nervoso. Era atraente e muito para si. Passou as mãos sobre os fios castanhos, com um sorriso mais amplo, surgindo sobre si, enquanto ela analisava o local.  O olhar de Gwendolyn ao redor, era atento enquanto não pensava demais. Ao menos tentava. Estava ansiosa, por ver a que rumos tudo aquilo seria guiado, e mordendo os lábios contendo a ansiedade, ela não se permitia ficar criando várias esperanças e motivações desnecessárias. Afinal, logo diria quem realmente era ela.

Sua explicação sobre Ilvermorny fez seus olhos brilharem, enquanto relembrava seus tempos de estudante. Afinal, tinham sido os melhores dias de sua vida. Mas estava completamente frustrada, já que além das boas lembranças, algumas ruins voltavam. Principalmente as de Astrid. — Sinceramente, eu espero nunca mais voltar para Ilvermorny. Eu posso ter ótimas memórias lá, mas aquela escola foi responsável por mais de minhas memórias ruins do que eu gostaria. Diferente de você, eu até tenho um apego a minha escola, mas meus sete anos lá, me bastam. Sempre que lembro da escola, lembro de Astrid. — Explicou, deslizando as mãos sobre sua nuca. Gwendolyn nunca iria esquecer aquilo. Mas aquilo para sempre, seria um marco do porquê ela tornara-se uma comensal. Para eliminar, qualquer um que não considerasse digno, ou que ela tivesse a sensação que a destruiria. — Desculpa. É que eu realmente me sinto desconfortável com isso. Droga, estou me sentindo uma idiota. — Respirou, completamente ansiosa, cansada e preocupada com tais lembranças.

Hogwarts parece ser incrível mesmo. — Riu baixo, enquanto a ouvia falando sobre a escola, mordendo o lábio enquanto reprimia um riso, ouvindo a morena falar sobre um encontro familiar. E arqueou a sobrancelha. — Wow, calma aí, gatinha. Mal nos conhecemos e já quer que eu vá conhecer a sua família? — Sorriu em deboche, voltando a ouvir a morena, rindo. — Claro que vou, afinal, eu te ajudaria com qualquer coisa. Mas por favor, se seu pai perguntar não minta que sou sua namorada sem me avisar antes. Porque aí é injusto. — Piscou, com um sorriso mais amplo, estudando a morena, com atenção. — Mas brincadeiras à parte... Eu vou com você, pode ter certeza. Só me avise o dia e o horário, porque vou ter de aparatar de Nova York, para o horário de Londres. — Esclareceu, e pegou um pedaço de papel, onde anotou seu telefone, seu endereço. — Eu não estou de saída, mas eu sou esquecida, então, para eu não esquecer, esse é meu endereço e meu telefone. Pode me ligar, ou aparecer sempre que quiser. — Sorriu, acolhedora.

Gwendolyn encontra-se em um bar, o Moulin Rouge, vestindo o descritivo no post, com uma morena que descobre ser gêmea da namorada do tio. Seus cabelos estão como o do gif.


@INF




Última edição por Queen em Qui Nov 23, 2017 4:04 pm, editado 33 vez(es)
QueenAdmin
avatar
Mensagens : 174



Ficha de Personagem
Família::
Idade::
Dinheiro: Ver perfil do usuário http://wrongplaceformylove.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Mensagem por Queen em Sab Jul 08, 2017 5:40 pm
☾✯ TRUE QUEEN ✯☽
Nome Completo: Behati Emmanuelle Rowan Bradshaw Chamberlain McCain
Idade: 28 Anos
Sangue: Puro (O -)
Signo Trouxa: Touro
Signo Bruxo: Esfinge
Nacionalidade: Francesa
Orientação Sexual: Heterossexual
Descendência: Francesa / Alemã / Escocesa / Irlandesa / Sueca / Inglesa / Norte Americana
Família: A família é grande demais pra eu colocar tudo aqui.
Data de Nascimento: 19/05/1989
Reside: Cannes, França
Photoplayer: Phoebe Tonkin
Instituto de Ensino: Academia de Magia de Beauxbatons
Casa: Sage
Estado Civil: Casada
Pais: Evangelinne Camille Rowan Bradshaw & Theodore Chamberlain McCain
Cargo: Diretora de Beauxbatons / Professora de Mitologia
Patrono: Não produz ainda.
Bicho-Papão: Ser responsável pela a morte do marido, ou de seus filhos, ou alguém da família.
Amortência: Chocolate derretido, torta de limão, pergaminho velho, livros novos, flores, perfume do marido
Habilidade: Metamorfomagia
Varinha:  Loureiro, 30 cm, meio quebradiça, núcleo de fibra de coração de dragão.
Diferentemente de sua irmã, Behati é uma mulher apaixonada pelo seu marido completamente, mas também é totalmente responsável, carinhosa, fiel e extremamente leal. A McCain é principalmente devotada a sua família, além do amado e a sua irmã, Theodora, seus filhos e seu pai. Desde que foi trabalhar em Beauxbatons, mostrou-se uma educadora nata, e com um talento incrível para lidar com alunos e crianças, já que ela com 28 anos, tem 6 filhos, sendo 3 deles, adotados.

Behati odeia quando mentem para ela, ou fala mal de alguém que ama, principalmente o marido, os filhos ou sua irmã, em sua frente, ela vira uma leoa para proteger todos que ama. Geralmente é muito irônica, sarcástica e as vezes pode soar rude, é também, sincera demais e nao tem medo de falar o que pensa, mas esse seu lado muda quando está perto de seu marido, ou seus filhos,  ou família. Quando sai com Theodora, ela é  uma adolescente por completo. Bebe, vai a festas, droga-se as vezes e passa vexames. Mas não exagera, afinal se a irmã é a má, ela é a responsável, por quem ela é capaz de matar se magoarem sua caçulinha. Sendo inteligente, além de comportada e praticamente fiel as regras de etiqueta, o ato que mais chocou seus pais, foi uma tatuagem na lateral de seu pulso esquerdo, escrita Joy.

O maior medo da McCain, é o fracasso, e o que ela também teme, é se de algum jeito, ela causar a morte de seu marido. Ela não suporta em pensar perder o amado, por quem além de ser completamente apaixonada, não consegue ver sua vida sem ele e ela não se imagina brigando com o marido, depois de uma crise que teve no casamento, onde ambos quase se divorciaram, até Oliver ir até a casa dos pais da McCain e se declarar novamente, e depois disso, o relacionamento de ambos ficou mais forte que nunca.
Em edição ¹.
mingi
QueenAdmin
avatar
Mensagens : 174



Ficha de Personagem
Família::
Idade::
Dinheiro: Ver perfil do usuário http://wrongplaceformylove.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Mensagem por Queen em Sab Jul 08, 2017 5:47 pm
Vivyan Camille Schöenberg Löwin d'Artagnan McBride
personal data,
Nulla porttitor nec est quis tempor. Curabitur consectetur risus non augue dapibus venenatis. Phasellus semper fermentum lorem feugiat finibus. Nullam hendrerit finibus odio at mollis. Ut pulvinar sem eget dui tincidunt, quis tempus massa malesuada. Donec ante diam, suscipit congue vestibulum sit amet, mattis pharetra est. In volutpat justo velit, dignissim aliquam metus malesuada id. Vestibulum sit amet dui justo. Duis porttitor consequat ex a fringilla. Ut vehicula est massa, vel sagittis elit luctus placerat.


off player,
Phasellus venenatis scelerisque massa ut gravida. Morbi eleifend neque quis ipsum accumsan facilisis. Vivamus euismod ullamcorper ullamcorper. Ut vel ligula tortor. Fusce eros est, tincidunt ut ornare ac, commodo vel neque. Mauris pretium in risus at molestie. Vestibulum ultrices sapien eros, eget feugiat urna congue quis. Vestibulum cursus pellentesque ante, malesuada varius metus efficitur non. Praesent orci eros, maximus a mi ut, sagittis accumsan est. Donec at rhoncus diam. Aenean quis leo quam. Pellentesque habitant morbi tristique senectus et netus et malesuada fames ac turpis egestas. Suspendisse vel ante eget tellus pellentesque ultricies. Sed tincidunt porta rhoncus. Vivamus tristique egestas nibh ac bibendum.
난 너 너보다 날 더 잘 알지
I know myself better than you
phisically,
Nullam malesuada nibh in tortor luctus viverra at a dui. Duis dictum accumsan arcu in dignissim. Curabitur vel neque ac tellus vulputate vehicula at vel magna. Cras consectetur id leo suscipit commodo. Quisque id elit sapien. Ut tempor purus quis ipsum congue tincidunt. Nullam vel cursus massa, ut rutrum diam. Integer sed diam ac nulla tempus dictum id at nisi. Cras ultricies efficitur mauris, sit amet sagittis tellus ultricies vitae. Nam auctor leo ac ex mollis hendrerit. Nam iaculis arcu dolor, ac laoreet arcu scelerisque vitae. Aliquam id velit auctor, fringilla nibh eget, interdum metus. Donec eleifend lacus quis cursus pellentesque.

mentally,
Vestibulum semper, orci vitae finibus iaculis, lorem justo congue turpis, ultricies ullamcorper arcu enim laoreet neque. Vivamus egestas odio vitae urna suscipit finibus. Nam posuere consectetur bibendum. Nulla venenatis et ligula vitae dictum. Donec interdum, odio sed tincidunt accumsan, eros leo facilisis sapien, eget vulputate est nibh sollicitudin lectus. Fusce nec sollicitudin turpis. Fusce in mauris risus. Etiam malesuada neque a tristique porta. Morbi faucibus feugiat ullamcorper. Phasellus aliquam arcu blandit, ultricies est ac, feugiat mauris.
mingi
QueenAdmin
avatar
Mensagens : 174



Ficha de Personagem
Família::
Idade::
Dinheiro: Ver perfil do usuário http://wrongplaceformylove.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Mensagem por Queen em Seg Jul 17, 2017 6:42 pm
And make me The only girl that you always gonna care.




Em meio aos jardins de Beauxbatons, a McCain andava. Estava grávida de seu nono filho, mas era fato. Seu marido não sabia. Nunca contava até completar 3 semanas, para não ter riscos de ter um aborto e o marido apegado a paternidade, pois a primeira gravidez que gerou um natimorto, não apenas desolou Behati. Mas também a Oliver.  E ela sabia como o marido reagira com ela grávida e logo um novo aborto. Claro que ao longo de 10 anos de casamento, ela já tinha tido alguns abortos mas nunca ia ao marido, e fazia o procedimento para a remoção do feto longe de qualquer lugar que o marido pudesse descobrir. Até o passeio da mulher ser interrompido por um barulho que a fez erguer a varinha e soltar um berro, logo algo a atacou e ela desmaiou, ficando inconsciente e seus cabelos comumente castanhos, tornaram-se branco. E a inconsciência era extremamente agradável até.

Ao que se sabe, não se tem certeza como ela foi achada, mas ouviu um grito de uma voz familiar, sua prima, Raleigh junto de outra voz, sua prima, Charlotte. E logo, uma terceira voz surgiu seus olhos se abriam um pouco e ela grunhiu de dor, voltando a ficar inconsciente logo depois.  A McCain ainda continuava como estava. Inconsciente. E o próximo lugar que acordou, foi em um hospital. Não sabia se era o hospital francês, ou o Mungus, ou algum hospital trouxa. Mas rezava que fosse o francês, para que pudesse pedir pelo marido. Ela chorou sentindo a dor não ombro e acariciou o ventre, fechando os olhos, começando a chorar. Seus cabelos logo tornaram-se cinza. E seu medo cresceu, até ver a enfermeira com um uniforme conhecido a ela, o St. Marie. — Oliver... — Pediu em um sussurro. — Meu marido... Meu marido é o diretor... Oliver... Por favor... — O choro silencioso da mulher, não dizia com a mulher forte e corajosa, que Behati Emmanuelle Rowan Bradshaw Chamberlain McCain normalmente era. Agora, ela era frágil.

Senhora, não fale muito. Você foi atacada por feitiços, alguns fortes, não sabemos quais, provavelmente foram os alunos em Beauxbatons ou algum funcionário, mas não tenho certeza de quais foram. A força do impacto da queda não fez bem para sua gravidez, que creio que já sabia. O estresse provocado pelo o ataque fez você ter um aborto espontâneo. — Apontou a mancha vermelha no lençol. — E vamos informar o doutor McCain de sua presença aqui e pedir para ele vir o marido rápido possível. E vamos informar sua família. A curetagem para tirar os restos do feto será feita hoje a noite e descanse. — A mulher não fez nada além de concordar e se arrumou na maca, acariciando a barriga, onde nenhuma vida mais surgia e seus cabelos se tornaram vermelhos escuros.


Behati encontra-se no Hospital Saint Marie depois de sofrer um acidente na Academia de Magia de Beauxbatons, logo após sofrendo um aborto espontâneo.

QueenAdmin
avatar
Mensagens : 174



Ficha de Personagem
Família::
Idade::
Dinheiro: Ver perfil do usuário http://wrongplaceformylove.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Mensagem por Queen em Sex Jul 21, 2017 6:05 pm


i want you to love me now or never


A ruiva encarou o homem com um sorriso mínimo e um rosto corado surgiu na Winterhardt por ouvir a voz do mesmo. Era tranquila e a trazia lembranças das mais variadas em relação ao amado morto. Era um pequeno sorriso e tudo o que ela fazia, era ter um rosto tranquilo. — Eu acho que destino não existe. É só uma ilusão criada para nos dar algo para lutar. Os humanos precisam crer em algo para os manter seguros e para acreditarem então inventaram o destino. — Ela sorriu tranquilamente analisando o maior, deixando seu casaco sobre um banco o tirando logo revelando sua camisa do Led Zeppelin. Barbara parecia alegre e completamente nervosa por rever uma pessoa parecida com o amado mas não tentou fazer nada mais que sorrir para disfarçar.

Agora dividir um drink, mulheres bonitas sempre gostam de fazer isso com homens bonitos. Afinal, se homens hoje em dia, podem sair por aí beijando várias mulheres ou transando com elas, por que uma mulher não pode fazer? Compromisso é um saco, e tudo o que se esperava de uma mulher há séculos é: case-se e tenha filhos. — Reclamou, se sentindo levemente bêbada. — Desculpa, estou meio bêbada. — Revirou os olhos, levemente entediada. — Você quer saber minha história. Eu nasci na Inglaterra há... Bom, 700 anos, e criada como caçadora por meus pais e fiz amigos. Um deles, era Asher. E ele era meu melhor amigo. Logo ficamos noivos, um casamento arranjado. Durou até meus 15 até ele ir para Jerusalém estudar. Fiquei 4 anos sem o ver. Voltarmos a amizade como nunca e quando eu fiz 22, ele fez o feitiço que melhorou a mim na caçada até que alguns meses depois, eu vi ele ser assassinado na minha frente. — Terminou com um suspiro sorrindo.

Seu nome e sua história. — Pediu, mordendo o próprio lábio voltando a ouvir a voz do homem com um sorriso inocente tentando não demonstrar o quanto aquela voz lhe era atraente e o quanto era gostosa de ficar ouvindo. E assim que acabou, assentiu com um pequeno sorriso. — Parece que tudo no mundo vem para colidir de vários meios que me fazem lembrar tudo isso de novo, sabe? Sinto falta dele por ser meu melhor amigo e o homem que amava, não posso viver na sombra de um fantasma mas nada me impede de não ter compromissos. Eu gosto de me sentir constantemente feliz, porque isso ajuda a disfarçar a dor e me faz ficar feliz como nunca. — Riu, abrindo sorriso tranquilo. — Ou talvez nunca mais esqueça mas preciso conviver. Argh preciso esquecer isso. — Revirou os olhos bebendo outra dose de tequila.

A Winterhardt não se impediu de puxar o homem desconhecido para o meio da multidão para que pudessem dançar. Era incomum para Barbara isso, que só ficava conversando e logo para beijos para logo levar a sua cama. O movimento da dança que seguia, fazia a ruiva sentir uma imensa vontade de beijar o mais alto, porém contou mentalmente até dez, beijando o moreno de imediato, e ficou com aquele momento, sendo algo completamente interessante e agradável. Os olhos da ruiva fechados, apreciava cada segundo daquilo como se a qualquer segundo ela pudesse acordar, e estivesse sonhando. Não era nada mais do que ela desejou assim que a enxergou. Era excelente e lhe trazia lembranças pois apenas uma única pessoa a beijava daquele beijo o qual ela logo cortou, e se impediu de chorar. — Droga... — E voltou para o bar com mais dor, pedindo uma nova dose de vodka.




she's at a nightclub in beverly hills, wearing  this

grisha from @epifania


Última edição por Queen em Ter Jul 25, 2017 8:02 pm, editado 1 vez(es)
QueenAdmin
avatar
Mensagens : 174



Ficha de Personagem
Família::
Idade::
Dinheiro: Ver perfil do usuário http://wrongplaceformylove.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Mensagem por Queen em Sab Jul 22, 2017 7:08 pm

i WANT YOU TO LOVE ME NOW OR NEVER

QueenAdmin
avatar
Mensagens : 174



Ficha de Personagem
Família::
Idade::
Dinheiro: Ver perfil do usuário http://wrongplaceformylove.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Mensagem por Queen em Sab Jul 22, 2017 7:48 pm
the little princess of the devil


Última edição por Queen em Sab Ago 19, 2017 6:43 pm, editado 4 vez(es)
QueenAdmin
avatar
Mensagens : 174



Ficha de Personagem
Família::
Idade::
Dinheiro: Ver perfil do usuário http://wrongplaceformylove.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Mensagem por Queen em Sab Jul 22, 2017 8:18 pm
her only one true love, who does everything to make her snow queen happy


Última edição por Queen em Dom Nov 19, 2017 7:38 pm, editado 11 vez(es)
QueenAdmin
avatar
Mensagens : 174



Ficha de Personagem
Família::
Idade::
Dinheiro: Ver perfil do usuário http://wrongplaceformylove.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Mensagem por Queen em Sab Jul 22, 2017 8:49 pm
Gwendolyn estava cansada dos ataques comensais que planejava, de seus estudos com Vivyan. Então, arrumou-se em seu apartamento em Manhattan, com uma pequena mala, aparando diretamente na casa de seus pais, ao menos, em frente. Onde abriu a porta, entrando. Seu desejo maior, era ser uma jovem de  22 anos, sem um imenso número de responsabilidades. Por mais que amasse Londres, sabia bem que as noites parisienses eram as melhores, mas ela se recusava a confraternizar com trouxas. Seu orgulho e a devoção da pureza do sangue não a permitia isso. Colocou um vestido que realçava suas curvas, vermelho e de longas mangas e um casaco preto. Seus sapatos eram pretos e logo ela aparatou para Paris em frente a entrada do Quartier de Cristaux no Museu do Louvre, atravessando o espelho.

Logo, a morena caminhou em direção ao Moulin Rouge, onde apresentou uma identidade falsa, que a permitiu entrar e assim que o fez, sentou-se, começando a observar o show. E seus desejos começaram a aflorar. Gwendolyn era bissexual, mas evitava falar nisso. Não por ter vergonha, mas por não ter paciência para lidar com pessoas a julgando se ela beijava mulheres ou homens e claro, aquilo não interessava a ninguém, além de si mesma. Assim que o show acabou, deslocara-se para a pista de dança onde dançava com um ritmo sensual e uma grande dose de whisky de fogo, para lhe abastecer de álcool. Ela finalmente se divertia como alguém da sua idade. Mas logo, a irritaram. E aquilo era extremamente fatal devido ao seu curtíssimo temperamento herdado de Nyx Shelaev.

Ouvindo vários tarados inúteis chamando-a de gostosa, a irritou. Ela tinha um desejo de matar muitos deles porém decidiu ignorar tais feitos, continuando sua noite, observando todos os que vinham, e decidindo quem seria seu alvo para levar para casa e ficar por cima, sentindo um imenso prazer. E sua busca não ia nada bem, com a irritação que tinha. Se conteu para não gritar e seu nervosismo que beirava a raiva, era cegante. E contando ate dez, respirou novamente. Sua tentativa de ignorar os comentários, era louvável, porém o curtíssimo temperamento não a deixaria fazer aquilo para sempre e ela já chegava, a um ponto que qualquer tipo de sua ação, fosse algo necessário e essencial. Buscou ideias. Matar os idiotas? Chamaria atenção demais. Os bater? Uma dama não o faz. Demonstrar interesse em outra pessoa? Isso! Gwen faria aquilo, mas quem seria seu alvo? Observou, todos que beijavam alguém, até ver uma cabeça de curtos cabelos, sozinha. Deu de ombros, indo até a pessoa, e quando o mesmo se virou, vendo que era uma mulher, sorriu minimamente. Analisou-a de cima a baixo. Igualzinha a Hanna, namorada de seu tio adotivo. Não negava que quando ele a apresentou, sentiu um sorriso sair. De inveja e ela não o tinha. Thomas tinha alguém, ela não. Apenas respirou, novamente.

Cutucou a morena e respirou. — Primeiro, perdão pelo que farei, moça. Me mate depois. — Antes que a mulher pudesse a questionar, a beijou. Não de um modo romântico, mas de um modo que poderia até remeter o sexual, que diria o quanto ela era desejada por Gwendolyn. Ela continuou com o beijo, levando as mãos ao quadril magro da mais baixa, para que ela não se soltasse de si, antes de o devido. Cortou o beijo, não sem antes deixar a morena com um selinho vendo que os elogios a si cessassem. — Primeiramente gostaria de pedir perdão sobre o beijo, foi o unico modo que acha para espantar idiotas. — Gwendolyn estava constrangida. — Eu sou Gwendolyn e você deve ser Cleophas, Thomas é o meu tio, ele me contou da Hanna,
e de você. De novo, desculpas pelo o beijo.
— Ela tinha uma expressão simpática e acolhedora, o que era incomum para ela, nesses momentos. — Quer uma bebida? Afinal, a pessoa que teve um dos melhores beijos que experimentei, merece. — Piscou para ela, e sim, estava flertando com a mesma descaradamente, e se ela não gostasse de mulheres, daria-se bem mal, mas valia o risco.


Última edição por Queen em Qua Nov 15, 2017 11:47 pm, editado 26 vez(es)
QueenAdmin
avatar
Mensagens : 174



Ficha de Personagem
Família::
Idade::
Dinheiro: Ver perfil do usuário http://wrongplaceformylove.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Mensagem por Queen em Sab Jul 22, 2017 9:07 pm
http://faceclaims-rpg.tumblr.com/


Última edição por Queen em Dom Nov 05, 2017 9:21 pm, editado 9 vez(es)
QueenAdmin
avatar
Mensagens : 174



Ficha de Personagem
Família::
Idade::
Dinheiro: Ver perfil do usuário http://wrongplaceformylove.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Mensagem por Queen em Qui Set 14, 2017 9:14 am
✻ the fucking bitch ✻
Baby, take it or leave it But I know you won't leave it 'Cause I know that you need it Look in the mirror When I look in the mirror Baby, I see it clearer Why you wanna be nearer I'm not surprised I sympathize  I can't deny Your appetite You got a fetish for my love I push you out and you come right back Don't see a point in blaming you If I were you, I'd do me too Reaching your limit Say you're reaching your limit Going over your limit But I know you can't quit it Something about me Got you hooked on my body Take you over and under And twisted up like origami
QueenAdmin
avatar
Mensagens : 174



Ficha de Personagem
Família::
Idade::
Dinheiro: Ver perfil do usuário http://wrongplaceformylove.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Mensagem por Queen em Sex Abr 06, 2018 5:30 pm
Hit me with your sweet love Steal me with a kiss I'm Miss SugarPink, liquor, liqour lips I'm gonna be a bubblegum bitch
「R」
QueenAdmin
avatar
Mensagens : 174



Ficha de Personagem
Família::
Idade::
Dinheiro: Ver perfil do usuário http://wrongplaceformylove.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Mensagem por Conteúdo patrocinado
Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum